Pular para o conteúdo principal

WEB TV VISUAL ARTV - ZIPPER GALERIA - CAMILA SOATO E FLAVIA MIELNIK

Camila Soato e Flavia Mielnik
Curadores:
Paula Braga e Galciani Neves
Abertura: terça-feira, 07 de outubro de 2014, às 19h.


Camila Soato, da série "Projeto Vira-Latas Puros nº 51", 2014
Zipper apresenta "Nobres sem Aristocracia: Projeto Vira-Latas Puros nº 51", individual da artista Camila Soato
A produção de Soato flerta com humor situações esdrúxulas e momentos bizarros do universo popular,  e mostra, através de uma narrativa maliciosa e muito bem construída, mergulho na profundidade do que parece corriqueiro.

A Zipper Galeria tem o prazer de apresenta, a partir de 07 de outubro de 2014, a exposição  “Nobres sem Aristocracia: Projeto Vira-Latas Puros no 51”, individual da artista Camila Soato, sob curadoria de Paula Braga. Sua produção mistura o nobre com o popular,  e finca alicerces nos interditos da sexualidade, nas coerções de gênero e na crueldade infantil. 
Camila Soato segue sua pesquisa poética na pintura a óleo figurativa onde revela a potência do bruto a cada gesto: são pinceladas vivas, que guardam na textura a energia do instante, que escorrem, que fogem, que mancham, que borram.
Como um elogio ao contaminável, os fluidos que escorrem da pintura para a performance, para a fotografia, possivelmente também oriundos da escultura, vídeo, objeto, instalação, mesclam-se e geram combinações que se acrescentam, agregando valores poéticos, conceituais e estéticos, para além dos programados pela história ou qualquer método convencional.
As obras que compõem a exposição apontam para o conceito de fuleiragem, um fator de contaminação que conecta as lembranças de infância, memórias e vivências da artista à sua pesquisa, teórica e prática, circunscrevendo os rumos da sua produção.
Metaforicamente, o título Nobres sem Aristocracia: Projeto Vira-Latas Puros no 51, faz referência a cães vira-latas, recorrentes nas obras e na pesquisa da artista. Embora o cruzamento entre eles não obedeça a uma ordem, observa-se que após várias gerações os cães mestiços exibem características grosseiramente similares. Acredita- se que a aparência de um cão mestiço seja muito parecida com a de seus ancestrais Canis lupus familiaris, de onde as raças puras foram selecionadas.
Sensações inauditas. Secreções. Polifonia. Sobreposição de fragmentos cotidianos. Quase narrativas que podem carregar camadas e camadas de história e são compostas por diversos personagens e contextos. A contemporaneidade no trabalho da artista comporta um material infindável de elementos a serem combinados, sem hierarquias ou pressão de qualquer sistema fechado de catalogação.


Intevenção de Flavia Mielnik na fachada da Zipper

"Geografia de um Lugar Contada por ele Mesmo", da artista Flavia Mielnik, testa situações de des-limites na Zipper Galeria

A partir de 7 de outubro, o espaço Zip’up abre-se à intervenções da artista Flavia Mielnik, com curadoria de Galciani Neves e coordenação do curador Mario Gioia.
A ação de Flavia Mielnik propõe passagens e atravessamentos visuais como situações de des-limites em uma narrativa no espaço composta por elementos do próprio espaço e por elementos ficcionais construídos pela artista. Todos esses componentes, a galeria e seu entorno, agem em uma ficção argumentada no espaço e nele mesmo se constituem, fazendo com que o público se desloque tanto a partir do todo quanto de seus fragmentos, guiando-se ou perdendo-se nestes desenhos.
Além disso, nesses caminhos errantes que propõe ao olhar e ao corpo, a artista constrói outras noções sobre o que é o dentro e o fora, provoca tensões e ambivalências. A artista amplia a discussão do que, habitualmente, reconhecemos como um gesto artístico: o artista leva para o espaço interno da galeria aquilo que produz no espaço de fora e, assim, normalmente efetiva uma relação de um único sentido. Flavia constrói um outro sentido para o espaço dentro da galeria, projetando-o no fora. A obra passa a não residir perpetuamente no espaço interno, mas se alarga continuamente em um trânsito dentro-fora. 
_____________________
SERVIÇO:
"Nobres sem Aristocracia: Projeto Vira-Latas Puros no 51", de Camila Soato | Curadoria de Paula Braga

"Geografia de um Lugar Contada por ele Mesmo", de Flavia Mielnik Curadoria de Galciani Neves | Projeto Zip’up
Abertura: 07 de outubro de 2014, às 19h
Período expositivo: de 08 de outubro a 01 de novembro de 2014
_____________________
@ Zipper Galeria
Jardim América: r. Estados Unidos, 1.494, tel. (11) 4306-4306. Seg. a sex., 10h/19h; sáb., 11h/17h. www.zippergaleria.com.br


Comentários